Geotecnologia: o que é e quais são os as principais

Geotecnologia: o que é e quais são os as principais
4 meses atrás

Com o passar dos anos, a tecnologia vem ganhando espaço nos mais diversos setores da sociedade. Por sua vez, com os estudos relacionados às condições de um determinado terreno, isso não se faz diferente. Isso porque, a chamada geotecnologia a cada dia é mais utilizada pelos especialistas como importante ferramenta de trabalho.

Para facilitar o entendimento sobre este conjunto de recursos tecnológicos, vamos trazer informações tanto sobre o que é quanto quais os tipos de geotecnologia mais utilizados atualmente.

O que é a geotecnologia?

A geotecnologia se caracteriza por ser a reunião de tecnologias voltadas para a realização de um estudo que tem por objetivo, fazer a coleta, processamento, análise e publicação de informações geográficas de um local.

Através destes recursos modernos, o profissional é capaz de ter em mãos, por exemplo, um banco de dados capaz de ser um suporte para as decisões que devem ser tomadas quanto às condições do terreno que está sendo analisado.

Acompanhe abaixo os principais tipos de geotecnologias e s

Topografia

Sendo um dos tipos mais reconhecidos de geotecnologia, a topografia se mostra como sendo o estudo feito através de marcações que possibilitam a representação de uma parte de um terreno.

Por meio de um levantamento topográfico, um especialista é capaz de ter todas as especificações de uma localidade, principalmente no que diz respeito às suas dimensões.

Contudo, considerando-se o âmbito organizacional, uma empresa de topografia também se responsabiliza por realizar esta listagem de informações, fazendo com que, por sua vez, sejam conhecidas todas as características do terreno analisado.

Como principais vantagens da topografia, podemos citar: aumento da segurança do empreendimento, otimização de tempo e recursos técnicos e financeiros e viabilidade dos tipos de construção a serem feitas no terreno.

Sensoriamento Remoto

O sensoriamento remoto configura-se como sendo um exemplo eficaz de geotecnologia que não necessita de um contato direto com a superfície de um solo.

Isso porque, por meio dos equipamentos que são utilizados neste processo, tais como drones e demais satélites, é possível fazer com que se tenha a captação de informações sobre os terrenos sem que se perca a qualidade das mesmas.

Como principais vantagens do sensoriamento remoto, podem ser destacadas: precisão na captura e resolução das imagens, facilidade de entendimento dos espaços geográficos a partir dos desenhos obtidos e criação de mapas para orientar as decisões sobre um terreno.

Geoprocessamento

Também sendo um tipo de geotecnologia, o geoprocessamento nada mais é do que a junção de métodos capazes de gerar informações sobre um espaço, utilizando-se recursos como o SIG (Sistema de Informação Geográfica).

Sendo assim, podemos apontar, como vantagens desse processo: transformação de dados geográficos em informações consistentes, entendimento sobre possíveis riscos ambientais e trabalho conjunto com diferentes hardwares e softwares.

Onde as geotecnologias são usadas?

Como ferramentas de estudo, as geotecnologias são usadas em diferentes situações, tais como: demarcações e análises de zonas territoriais, estudos mais completos em relação a um terreno e identificação de possíveis desastres naturais. 

Agora você já está por dentro do que são as geotecnologias e suas aplicações em várias questões do dia a dia!